Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, agosto 26, 2009

Você votaria em um vegetariano para presidente?


Maria Guimarães, do Ciência e Idéias, fez um ótimo post sobre por que irá votar em Marina Silva e por que a questão da religiosidade da candidata deveria ser pouco relevante para as análises feitas pela blogosfera científica.

Acho que esta eleição, por causa de Marina, vai ser a primeira onde as questões de religião do candidato e cientificidade de sua visão de mundo serão relevantes para o debate público. Entretanto, o debate sobre se as crenças privadas de Marina Silva irão influenciar seu futuro governo poderia ter um nível mais sofisticado. Por enquanto, está no nível de sofismas do tipo:

"Se o candidato vegetariano quiser passar por cima da constituição e impor seu vegetarianismo sobre nós, devemos nos unir para combatê-lo!"

"Todo vegetariano é um fundamentalista e mais cedo ou mais tarde torna-se um Vegano. Para um Vegano virar um terrorista e lançar bombas em açougues é um passo. Você é a favor dos terroristas?"

"Todo vegetariano é um nazi-facista em potencial. Hitler era vegetariano, obcecado pela saúde coletiva e foi o primeiro a impor leis em defesa da ecologia no século XX!".

"O aborto é o método anticoncepcional mais garantido, não falha nunca. Todo vegetariano é contra o aborto, logo é contra as camisinhas também."

"Se os vegetarianos tomarem o poder, os que gostam de um bom churrasco serão colocados em campos de concentração!"

"Não existe prova científica a favor do vegetarianismo. Na verdade, existem evidências científicas contra o vegetarianismo. Logo, todo vegetariano é anticientífico e irracional, e portanto incapaz para exercer cargo político!"

"Marina é vegetariana. Todo vegetariano é corrupto, vide Edir Macedo. Logo, Marina é corrupta!"

Acho que vocês me entenderam. Enquanto o debate ficar nesse nível, eu só posso abanar a cabeça e dar risada, tentando imaginar por que blogueiros de ciência pretensamente tão racionais não conseguem enxergar a natureza totalmente falaciosa de seus raciocínios...

32 comentários:

João Carlos disse...

Para ser franco?... Depende muito de quem fosse o vegetariano. Eu admiro muito um: o Dalai-Lama. Mas existem outros que eu admiro menos...

Da mesma forma que eu sou um vascaíno fanático, mas acho o Sérgio Cabral uma besta.

Raciocínio falacioso, onde?...

Osame Kinouchi disse...

João, você quer um exemlo?

Comentário no Coletivo Acido Cético

Mauro Paz - Blogger disse...

"Marina é evangêlica fanática, e se deixar essa pessoa ser presidente do Brasil nossas escolas viraram encubadoras de pequenos evangélicos fanaticos, cairemos no fundamentalismo evangélico, no caos total, teremos muitas brigas na justiça contra as posições que um presidente como a Marina pode ser tornar, não confio em alguem que diz querer fazer o bem elevando a mentira religiosa a um pedestal maior que o direito do cidadão."

Joao disse...

Osame:

Aqui posso falar à vontade porque sou isento. Sou portugues e posso falar dessa Marina de um ponto de vista politicamente neutro.

O meu Bias é cientifidista mesmo.

O que os Evangelicos querem propor como ciencia é religião.

Se a Marina é evangelica, deve partilhar (no minimo) a tolerancia por quem quer substituir a ciencia por religião, numa area tão importante.

Tolerancia é bom. Mas não é universal como valor. Tolerar ensinar religião como ciencia é mau.

Marina tem pelo menos uma caracteristica que não é boa, numa area muito importante: a educação. O progresso da ciencia. A compreensão da ciencia. Eu disse uma area?

Eu pesaria bem esse facto na escolha de um candidato. Quer dizer, se os outros forem espiritas ficarei convencido que uma amiga do criacionismo é menos mal.

Acho que não é falacioso apontar essa caracteriticas como sugestivo de critérios duvidosos.

Sem falacias de derrapagem,ou de cadeia

atenciosamente

Joao

PS: Bom blogue, agora que ja li quase todos os ultimos artigos. Lembre-se, provavelmente o que demarca a ciencia é a discução.

Sandra Goraieb disse...

Osame, mais importante do que o que entra no sistema digestivo do candidato é aquilo que sai dele... ;)Abração!

Anônimo disse...

Osame, esta é minha primeira visita e deixo alguns comentários para reflexão:
1- Você(s) realmente acha(m) que Marina vai fazer alguma diferença na próxima eleição? Arrisco dizer que ela terá menos da metade dos votos que teve a Heloísa Helena na última (6.5 milhões)
2- esse auê momentâneo sobre a candidatura da Marina é pura falta de assunto de alguns jornalistas que precisavam "dar a largada na corrida presidencial de 2010".
3- Você(s) realmente acha(m) que a grande maioria da população brasileira sabe a diferença entre criacionismo e darwinismo? (Creio que a grande maioria da população brasileira crê piamente que "Deus criou a Terra e o homem").

Osame disse...

João,

Aqui no Brasil, os criacionistas (Terra Jovem) são minoria entre os evangélicos. Entre os teologos, sao minoria da minoria. Não acredito também que existam muitos defensores do Designio Inteligente.
Ou seja, não existe um movimento para ensinar criacionismo ou DI nas escolas. Pode-se ensinar isso nas aulas de religião, como pode-se ensinar o idealismo radical ou o solicipicismo nas aulas de filosofia.

Marina já se declarou como não defensora do criacionismo. Lembre-se, criacionismo não é a mesma coisa de "acreditar que Deus fez o mundo ou a vida", mas sim, uma tentativa de defender com argumentos pretensamente científicos o relato literal da Bíblia. Ou seja, tenta-se formular uma "teoria científica criacionista" (algo, no final das contas, similar à teoria da Matrix onde a realidade não é o que parece e um demiurgo criou nossa pretensa realidade há pouco tempo). Novamente, Marina afirma que não defende tal coisa nem defende que tal teoria seja ensinada nas escolas.

Voce disse: "O que os Evangelicos querem propor como ciencia é religião." Não, os evangélicos em geral não são fundamentalistas ou literalistas (apenas parte deles são) e não propõe religião como se fosse ciencia. Nisso diferem dos espíritas.


"Se a Marina é evangelica, deve partilhar (no minimo) a tolerancia por quem quer substituir a ciencia por religião, numa area tão importante." Isso é um non sequitor. Francis Collins é evangelico mas não tolera aqueles que querem substituir a ciencia por religião. O mesmo pode ser dito da maioria dos teólogos católicos e evangélicos brasileiros (e a grande maioria deles no mundo também). Acredito que o mesmo pode ser dito do católico ou evangélico comum.

De novo, nisso diferem do pessoal da New Age, do espiritismo e da cientologia, onde a mistura entre ciencia e religiao, criando uma pseudociencia, é mais forte.

Se os mais importantes teólogos brasileiros não defendem o criacionismo, nem a teocracia (mas sim o estado laico) e nem a interpretação literal da Bíblia, não vejo como concluir que Marina, que dialoga fortemente com tais pessoas, defenda aquilo que você a acusou de defender (na foto do post ela está recebendo um beijo do teólogo da Libertação Leonardo Boff, que não pode ser chamado de conservador, criacionista ou qualquer coisa do tipo).
De novo repito a analogia: um vegetariano pode desejar que todos fossem vegetarianos, e pode inclusive fazer proselitismo a favor do vegetarianismo. Disso não decorre que ele queira impor pela força ou por leis uma ditadura do vegetarianismo sobre a população...

João Carlos disse...

Bom... Só posso dizer que você conhece os "evangélicos" que eu gostaria de conhecer, e conhece os espíritas que eu faço questão de não conhecer...

Por falar nisso, há ateus convictos e bem-pensantes que defendem asneiras sesquipedais, de vez em quando.

A denominação evangélica à qual a Marina declara pertencer – Assembléia de Deus – é um enorme saco-de-gatos: nela você encontra pessoas extremamente esclarecidas e os mais rançosos decorebadores da Bíblia. Concedo a ela o benefício da dúvida.

Como sempre, eu me reservo o direito de mudar de opinião, se for adequadamente convencido, mas confesso que uma candidatura da Marina não me parece algo tão importante assim...

Joao disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joao disse...

Evangelicos que não são criacionistas... Não me convence...

Gostava de entrevistar essa Marina.

Joao disse...

Osame:

De uma olhada aqui. Please...

http://www.portalevangelico.pt/noticia.asp?id=3260

Osame disse...

João, olhei com mais detalhe o portal da tal AEP. Realmente o caso de Portugal é sui generis, talvez porque a comunidade evangélica seja pequena ai (250.000 mil, o que equivale a uma das menores igrejas evangélicas do Brasil, a Igreja Metodista). Me parece um fenomeno sociológico. A AEP diz representar a "quase totalidade" dos evangélicos portugueses. Eu perguntaria sobre quem sao as igrejas evangelicas que estao fora, e porque. Ela me parece uma agremiação fundamentalista conservadora, ou pelo menos dominada por tais, por exemplo batistas. Seria preciso verificar como essas igrejas surgiram ai em Portugual. É possivel que tenham origem em missionarios americanos do sul dos EUA, do bible belt fundamentalista. Não consegui determinar se também representa os pentecostais (em geral, evangelicos fundamentalistas nao se dão bem com pentecostais clássicos tipo Assembléia de Deus e neopentecostais). E certamente nao representa as igrejas protestantes historicas (que nao se autodenominam de "evangélicas") tais como os luteranos, os presbiterianos, os congregacionais. Lembremos que os anglicanos, por sua vez, não são nem evangelicos nem protestantes, e que os metodistas são "evangélicos históricos" (a igreja nasceu na inglaterra na mesma época de Newton, seculo XVIII) e são parecidos com os protestantes historicos (ou seja, oficialmente nao fundamentalistas, não criacionistas e não literalistas).

Osame Kinouchi disse...

João, realmente as igrejas evangélicas são um balaio de gatos, parece a esquerda brasileira:

Veja este site para maiores informações:
http://livreeleal.blogspot.com/2008/01/o-protestantismo-em-portugal-iii-os.html

Osame Kinouchi disse...

É possivel que o fundamentalismo manifestado pela AEP tenha a ver com uma influencia politica do
Grupo Missionário Evangélico da Conservative Baptist Foreign Mission Society dos Estados Unidos da América, citado no site acima site. Ou não, seria preciso uma verificação sobre quem são os atuais lideres da AEP.

As posições políticas e de moralidade convencional das igrejas sao muito diferentes, acho que nao dá para generalizar muito. Um caso curioso é o da Igreja Universal, que aceita a legalização do aborto e defende as praticas de contracepção e controle de natalidade.

Joao disse...

Osame:

Bem, se é só cá que eles são assim é caso para haver esperança na vossa candidata.

Mesmo assim ela deveria responder a questões sobre Ciencia, Naturalismo, o lugar da Religia e da ciencia enquanto co-habitantes do mesmo espaço memetico social, e o que representa o diluvio para ela.

Depois de ver estes pontos respondidos, faria minha opinião.

cumps.

Osame Kinouchi disse...

João, acho que todos deveriamos ter mais calma e esperar para ver o programa do Partido Verde para a educação e ciencia do Brasil, possíveis nomes para o Ministerio da Ciência e Tecnologia etc. Obviamente em caso de vitória (que só é possivel se Lula apoiar Marina no segundo turno), o PV não governa sozinho e terá que compor com o PT. Acho que um nome interessante para o Ministerio da C&T seria Ildeu de Castro Moreira, do MCT. Embora eu não o conheça pessoalmente, e nem sei se ele é de um grupo no PT simpatico a Marina (existem muitas facções dentro do PT), parece ser uma pessoa avançada e com grande interesse e profundidade na questão da cultura científica. De quebra, é físico (rs...).

O que eu posso afirmar é que Marina não é uma Rosinha Garotinho. Em entrevista à Folha, Marina disse:

"Um jovem me perguntou o que eu achava de as escolas adventistas ensinarem o criacionismo [a atual legislação brasileira permite que escolas confessionais façam isso]. Respondi que, desde que se ensine também a teoria da evolução, não vejo problema.

A partir daí, as pessoas começaram a dizer que eu estava defendendo o criacionismo. Sou professora, nunca defendi essa tese e nem me considero criacionista. Porque o criacionismo é uma tentativa de explicação como se fosse científica para responder a questão da criação em oposição ao evolucionismo.

Apenas acredito em Deus, é uma questão de fé. Nunca tive dificuldade em respeitar e me relacionar com os ateus, com as pessoas que professam outras crenças ou outra forma de pensamento diferente da minha."


Pelo que entendo, ela defendeu o ensino do evolucionismo dentro de escolas confessionais que não estão fazendo isso. Seria interessante determinar que escolas são essas, fazer um levantamento estatístico.

Suspeito que além das adventistas, escolas judaico ortodoxas podem estar ensinando o Criacionismo, e elas devem ter bastante peso político. Acho improvável que o Criacionismo seja ensinado em escolas evangélicas, mas é possível que seja ensinado o Desígnio Inteligente, que infelizmente atingiu até universidades como o McKenzie.

Concordo com você que ela se mostrou tolerante com um ensino de criacionismo e evolução lado a lado em escolas confessionais (não em escolas públicas!), o que já é permitido por lei no Brasil.

Talvez uma agenda para o movimento secularista seria revogar essa lei.
Não sei se os secularistas também propõe a eliminação completa das escolas confessionais e suas universidades como PUC, UNIMEP, ULBRA, McKenzie, mas imagino que não.

Quanto ao ensino do Criacionismo ou ID em escolas espíritas, não sei informar. Talvez o blogueiro João Carlos do Chi Vó Non Pó possa informar melhor.

Finalmente, acho bem mais urgente e prioritário defender a universidade pública de uma infiltração e instrumentalização por movimentos religiosos, new age etc. Casos como o da UNB e UFRGS são preocupantes, como bem analisa o Coletivo Ácido Cético http://coletivoacidocetico.blogspot.com/ e o blog Cultura Científica:
http://ccientifica.blogspot.com/

Luiz Bento disse...

Só para complementar o post. Esse papo de que Marina não é criacionista é mais papo de político. Para lerem mais sobre isso tem ótimo post do leandro sobre o assunto:

http://ccientifica.blogspot.com/2008/03/criacionismo-no-mackenzie.html

E uma entrevista em video da Marina falando com todas as palavras o que ela acha de criacionismo:

http://eoqha.net/2008/criacionismo/111-entrevista-com-a-ministra-do-meio-ambiente-marina-silva/

Luiz Bento disse...

E quanto a posição política do PV a tendência natural é existir coligação com a direita. No Rio o PV de Gabeira foi apoiado pelo DEM e pelo PSDB. Aliou um discurso ambientalista com uma figura que teria um histórico de esquerda mas que se arrependeu e ficou contra o Lula. Alguma semelhança com a Marina?

E concordo com um comentário anterior sobre a importância da Marina como candidata. A maior parte do povo brasileiro é analfabeta funcional (75%) e uma outra grande parte não tem nem o que comer. Quem defende o discurso ambientalista de Greenpeace e companhia é a parte mais rica da população, que faz xixi no banho e apaga a luz da varanda 1 vez por ano para salvar o planeta.

Osame Kinouchi disse...

Bom, neste caso o fato de Marina ser da Assembléia de Deus é um trunfo. Esse pessoal é muito corporativo, tem tendencia em votar em seus membros. São majoritariamente da classe C, D e E. Estão capilarizados por todo o Brasil. E constituem cerca de 7 milhoes de votantes.

maria disse...

osame, bela argumentação. concordo. só não consigo dar risada enquanto abano a cabeça - acho é muito triste.

anônimo, 1- acho; 2- não acho; 3- não importa

luiz bento, pela sua argumentação a marina é a candidata mais forte. quem você acha que tem mais carisma, sensibilidade e traquejo de comunicação para chegar aos ouvidos do tal povo analfabeto funcional? dilma, serra ou marina?

Dedalus disse...

Caro Osame,

Moro em SP e sei que o pessoal daqui é bastante bairrista. Serra é paulista e conta com isso: neste caso o fato de Serra ser paulista é um trunfo. Esse pessoal (os paulistas) é muito corporativo, tem tendência em votar em seus membros. E os paulistas constituem bem mais de cerca de 7 milhões de votantes.

Um abraço!

Joao disse...

"É impossivel crer em Deus se não crer que Ele criou todas as coisas, não é? E se nós não sabemos como explicar as coisas, então não devemos ter a pretensão de dizer que elas não existem, porque nós não sabemos como elas podem ser explicadas. E a fé é exactamente isso. É nos crermos sem entendermos. E eu certamente que acredito que Deus é o criador de todas as coisas e que esse criador tem um projecto, que as coisas não acontecem por acaso alhures... Existe um projecto inteligente um projecto da inteligencia que governa tudo isso."

Marina Silva.

Osame disse...

João,pelo jeito você nao votaria no Obama também...

Non-Believers Losing Faith in Obama: More God Talk Than Bush -- and Same Old Faith-Based Policies
http://www.politicsdaily.com/2009/07/31/obama-losing-the-faith-less/

A questão é: Serra também assinaria essa declaração ou essa profissão de fé nos obriga a votar em Dilma ou Palloci ou Heloisa Helena? Mas parece que Heloisa Helena nao vai mais se candidatar,

Imagine uma eleição com 4 candidatos:
1. Um ateu honesto
2. Um religioso honesto
3. Um ateu corrupto
4. Um religioso corrupto

Qual a ordem de preferencia que voce escolheria?

Eu escolheria na seguinte ordem:
1, 2, 4, 3

Isso porque eu poderia acusar o canditato 4 de hipócrita, mas não poderia fazer o mesmo com 3.

Agora, e você? Escolheria na ordem 1, 3, 2 e 4? Eu acho que é fundamentalismo ateista preferir escolher um ateu corrupto a um religioso honesto... Ou não?

Agora, entre os candidatos tem algum ateu honesto? Dilma? Palloci? Todos eles são da turma do Dirceu, cuja filosofia é "a corrupção é justificavel desde que seja usada a favor do partido ou do presidente Lula, pois o projeto petista para o Brasil é mais importante que o respeito à moral burguesa".

Marina não tem essa filosofia. Mas se voce provar que ela é corrupta, então eu repensarei meu voto...

Agora, se Serra é ateu e diz que não é apenas para ganhar votos e se eleger, não sei se isso é bom sinal. Mostraria que ele mente por interesses eleitoreiros, e dai isso poderia indicar que mentiria em outras situações tambem...

Já Marina diz que, se for rejeitada por ser evangelica, tudo bem. Ela não se curva à demanda do mercado eleitoral...

Joao disse...

Osame:

Ja lhe respondi em parte no outro post:

Mas vejamos, eu não tenho nada contra religiosos que não usem a religiao para invalidar principios e teorias cientificas. Como eles conseguem isso, não é meu problema.

De resto, se so invocam Deus para a tristeza e para a doenças e quando se casam para a festa, não ha stress. Pessoas honestas fazem isso sem ver contradiçoes.

Se é desonesto acredito que usar o facto de ser ateu ou não tem pouco poder preditivo.

Mas la está, não posso provar, é apenas uma crença, se calhar errada.

Osame Kinouchi disse...

João: "Se é desonesto acredito que usar o facto de ser ateu ou não tem pouco poder preditivo."

Acho que voce não respondeu à minha pergunta: você prefere a ordem 1,3,2,4?

Você não respondeu também sobre se Serra mentir que é religioso (quando não é) apenas para garantir votos é um comportamento honesto ou não, e se essa falta de sinceridade pode sinalizar que ele coloca os interesses politicos acima da verdade (sobre suas opções filosóficas).

Se Serra mente nisso, também não mentiria ou distorceria verdades científicas caso isso lhe desse mais sustentação política? Não poderia ceder às pressoes da bancada evangélica a fim de ganha-la para seu apoio em prol de governabilidade.

Já Marina não precisa do apoio da bancada evangélica. Os evangelicos (não os de classe média, claro) vão votar em peso nela. Sendo da Assembléia de Deus e petista histórica, ela é uma opositora da bancada evangelica e do neopentecostalismo das igrejas eletronicas.
Edir Macedo, Soares e Bispa Sonia votarão em Serra, não em Marina. Quer apostar?

Joao disse...

Osame

Eu acho que lhe respondi quando disse que ser ateu ou não não iriam influenciar a minha escolha. Expliquei bem porque.

O que se passa é que eu não sou brasileiro. Não quero entrar demasiado na vossa politica.

Imagine-se a falar sobre a politica de Espanha com espanhois. Temos de ter o direito de dar opinião e sustenta-a como em tudo.

Mas temos de ter o cuidado de ser o mais precisos possivel. Eu não estou a atacar a religiosidade. Estou a atacar a posição anti-naturalista.

Porque acredito que o mundo precisa de ciencia.

O resto, não sei.

Se ela é o melhor que têm, não me interessa discutir. Até pode ser verdade.

Mas como disse, voces mereciam melhor. Onde mais ela inclui o milagre para explicar o mundo e as coisas?

Luiz Bento disse...

Incrivel como as pessoas apoiam a Marina de olhos fechados e acham que todos os outros são não científicos e que rejeitam ela apenas por ser criacionista.

Acham que o povo vai votar nela apenas porque ela tem uma trajetória de vida humilde? Claro que não. O discurso dela é ambientalista de quinta, sem argumentação. Acha que pode salar o planeta com energias "limpas" e sem usar petróleo. Trajetória por trajetória o povo vota na Dilma, que é apoiada pelo Lula. É só ver as pesquisas.

A análise em relação aos outros canditados é no mínimo tendenciosa. Dilma é do mesmo saco que os outros? Algém já provou que ela é corrupta? E a Marina, o que fez politicamente? É exatamente o mesmo discurso do Gabeira no Rio. Apoiado pela direita com discurso "verde".

Não voto na Marina simplesmente por política. O discurso ambiental dela é muito bonito, mas é utópico como todo discurso ambientalista xiita. Ela terá o apoio de partidos de direita como DEM e PSDB o que mostra como vai ser o rumo político dela. Se o Lula teve problemas por ser apoiado por partidos como o PMDB, imagine a Marina com apoio do DEM e PSDB. A bancada ruralista agradece...

Osame disse...

Luís, sua atitude é totalmente correta: votar contra Marina por motivos políticos é plenamente justificavel. Não chamei nenhum blogueiro de não cientifico por não votar em Marina, mas sim por se usar argumentos falaciosos tipo "rampa deslizante" motivados por um ateismo militante ingênuo, que não entende as complexidades do jogo político.

O ateismo militante tem bons motivos para não votar em Marina, motivos racionais. Não é necessário usar falácias lógicas ou renunciar ao rigor científico para defender sua posição.

Luis, pelo que entendo, a Heloisa Helena do PSOL apoiará Marina, de modo que não me parece que o DEM fara o mesmo...

Parece que Dilma será substituida por Palloci como candidata do PT em 2010. E aqui em Ribeirão Preto, onde ele foi candidato, nós conhecemos bem sua "honestidade".

Palloci terá grande apoio, é verdade, especialmente de banqueiros e empresarios.

Em um segundo turno com Marina e Serra, você votará nulo?

Luiz Bento disse...

Osame, não posso decidir meu voto antes de ver a plataforma de governo da Marina e muito menos antes de ver as coligações que o seu partido precisará fazer se quiser ter mais de 10 % dos votos em 2010.

Não consigo entender como qualquer pessoa, principalmente do meio científico, consegue fazer campanha para um candidato específico apenas por sua trajetória de vida e por defender mantras ambientalistas. Acho que devemos ser um pouco mais críticos.

Rumores quanto o PSOL apoiar ou não o PV ainda são rumores. E o PSOL atualmente é tão oposição quanto o DEM ou PSDB. Quanto ao Paloci pelo que eu sei ele saíra candidato ao Governo de SP. O PT não vai mudar de candidato agora, ainda mais que a Dilma vai muito bem obrigado nas pesquisas.

Abraçcos.

sinezio disse...

Osame e demais amigos,
vejam só o nível do debate que, entre outras coisas, começa a trazer uma inversão de valores. Pois, qualquer um que é ou já foi vegetariano ou "coisa" que o valha, sabe que o "fascismo" é aquilo que é feito em relação a ele. O totalitarismo do comportamento padrão já era há muito tempo exercido em favor de vários tipos de "carnivorismo". No mais, em específico, já temos cultura e ciência o bastante para podermos viver como vegetarianos se quisessemos. E no mais, ainda, é uma questão muito simples, ou melhor, singela: bondade! Sem mais, nem mil argumentos: bondade!
Viva o Dalai Lama...

Osame Kinouchi disse...

Sinézio, o post é sobre Marina Silva, uma paródia sobre o que os blogueiros de ciencia tem afirmado sobre ela... É uma brincadeira.

A conclusao é, segundo eles, que nao se pode votar em Marina porque ela é religiosa. Tambem nao se pode votar em Gandhi, Luther King e Dalai Lama, pelo mesmo motivo.

Ops, mas com relacao ao Dalai Lama... realmente o Tibet era uma teocracia, nao sei se o Dalai Lama teria uma proposta de implantar o parlamentarismo teocratico (similar ao parlamentarismo monarquico ingles e japones).

Thiago Alvarenga disse...

Achei fraca a sua analise sobre o vegetarianismo, sou veggie, e isso não quer dizer que daqui a pouco serei terrorista, extremista ou algo assim. Eu sou Evangelico e Vegetariano e isso não quer dizer que sou 1/2 do que acham. Quando voce cita Hitler, ele foi vegetariano por problemas de saúde, e bom para ele (eu admirei a inteligência dele, mas não os atos). Sobre corrupção é do ser humano, o poder sobe a cabeça, poderiamos eleger a você a um cargo de poder, e qual seria a sua reação no inicio só pela analise feita pelo seu "OTIMO" post poderei dizer que você corromperá. Foi bom ter encontrado o seu blog, e visto essa suas palavras sem conexão, pois isso afirma muito mais, que você desconhece o porque de ser vegetariano.

Att

Osame Kinouchi disse...

Tiago, voce nao entendeu a ironia do post. Eu apenas fiz uma brincadeira entre aqueles que nao querem votar em Marina por ela ser evangelica. Eu quis mostrar o absurdo das criticas lançadas contra ela, fazendo a comparação substituindo "evangelico" por "vegetariano" para mostrar como as criticas sao infundadas.