Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, agosto 31, 2009

Vem, Marina!




Peço desculpas aos leitores por ter politizado este blog de ciência (nada no nível do Ciência Brasil, espero!).

Esta é provavelmente a última vez que participo de alguma campanha política. Já estou velho, e logo passarei a bola para a futura geração de minhas filhas, que não poderão fugir ao enfrentamento da crise ambiental global. Estou organizando uma lista de cientistas que apóiam Marina, se você tiver interesse em participar clique aqui.

Um comentário:

Luiz Bento disse...

Continuando a discussão sobre o posicionamento da Marina Silva em relação a ciência. Segue abaixo um trecho da entrevista dela em um congresso criacionista quando perguntada sobre o ensino de criacionismo no mesmo patamar de evolucionismo em escolas:

http://eoqha.net/criacionismo/111-entrevista-com-a-ministra-do-meio-ambiente-marina-silva/

"A ciência se faz pela multiplicidade de moedas, mesmo se você tem uma visão criacionista mas coloca para as pessoas que existe uma outra visão que é o evolucionismo, para que as pessoas tenham uma liberdade de escolha do caminho que querem seguir, não vejo nenhum demérito. Até porque a bíblia diz que devemos provar de tudo e reter o bem. O errado seria se não fossemos capazes de fazer uma educação plural, que seja capaz de mostrar os diferentes pontos de vista para que as pessoas possam fazer as suas escolhas. Quando as pessoas tem acesso a essa informação e fazem essas escolhas, nós não podemos dizer em hipótese alguma que essas pessoas estão tendo um conhecimento limitado. Elas só estão tendo as duas visões."

Argumento criacionista mais velho que "educação plural" não existe. Ela agora mudou de ideia? Tudo bem, mas nada garante que não pode mudar novamente. Porque digo isso? Da uma olhada no que ela falou sobre evangélicos na política:

http://acertodecontas.blog.br/artigos/marina-silva-presidente-eu-tenho-medo/

- “Você pode escolher ser um político que tem a esperteza do mundo ou um político que tem o Espírito de Deus. A esperteza do mundo é passageira e se você a escolher saiba que a primeira coisa que vai acontecer é que o Espírito de Deus irá se afastar de você.”

- “Temos nossa parcela para oferecer para a política, para a economia e para todos os setores da sociedade. A Palavra de Deus nos ensina em quem devemos votar. Basta olharmos o que diz e compararmos com os candidatos. Se ele se encaixar nos princípios bíblicos merece nosso voto”


Quanto ao posição da Marina em relação ao aborto e a pesquisa com células tronco cito uma reportagem do Estadão:

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090817/not_imp419835,0.php

"Transgênicos e Aborto: Evangélica, batalhou para barrar a pesquisa com células-tronco e transgênicos, mas foi derrotada na votação da Lei de Biossegurança. Se opõe à descriminalização do aborto. Em 2001, deveria relatar um projeto na Comissão de Assuntos Assuntos Sociais, mas renunciou ao posto"

Um artigo publicado na revista "Isto é" mostra como a Marina realmente se posiciona em relação aos temas ligados a ciência. Segundo o artigo ela "impôs" várias condições ao PV, dentre elas não apoiar o aborto, uso de células tronco e descriminalização da maconha. Nenhum motivo científico ou econômico foi colocado. Ela chamou isso de "Cláusula de consciência", mostrando o forte fator religioso pesando nesta decisão. A reportagem da Isto é pode ser lida neste link:
http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2076/artigo150148-1.htm