Postagens

Novo Paper em Astrobiologia

Imagem
Depois de 10 anos, retornamos. O site do Haaan foi desativado... Invasion percolation solves Fermi Paradox  but challenges SETI projects Galera, E ;  Galanti, G R ;  Kinouchi, O . International Journal of Astrobiology ; Cambridge  Vol. 18, Ed. 4,   (Aug 2019): 316-322.   DOI: 10.1017/S1473550418000101  

O SEMCIÊNCIA mudou de casa

Desde 2006 aqui no Blogger, o SEMCIÊNCIA muda agora para o Condomínio HAAAN organizado por Kentaro Mori, na plataforma WORDPRESS.  Os melhores posts do SEMCIÊNCIA serão paulatinamente republicados no novo endereço. Para ir para o novo SEMCIÊNCIA, clique aqui . Para conhecer o condomínio HAAAN, clique aqui . Projeto HAAAN EDUCAÇÃO HAAAN  é um projeto educacional sem fins lucrativos promovendo iniciativas livres da crença no sobrenatural. HAAAN  hospeda os sítios  A Coruja ,  Biomagister ,  O Bruxo de Santos ,  Obras Psicografadas ,  Entro Non Entro ,  Avanços da Medicina ,  Bule Voador ,  Calendário da Era Darwin ,  Ciensinando , The Brights’ Net ,  ForgetoMori ,  Marcianitos Verdes ,  Magonia  e CeticismoAberto . Somados todos eles, são mais de um milhão de páginas eletrônicas servidas mensalmente a centenas de milhares de visitantes, de forma completamente gratuita e aberta. E isso não é tudo: queremos crescer e abrigar mais sítios para servir a um número ainda maior de pessoas.

Charge do dia

Imagem

Kepler detecta 140 planetas similares à Terra?

Imagem
Telescópio acha 140 planetas que podem ter vida 22 de julho de 2010 • 13h48 • atualizado às 14h15 comentários 181 Notícia Kepler descobre planetas quando eles passam em frente a sua estrela, assim como registra Vênus ou Mercúrio ao passarem em frente ao Sol Foto: Nasa/Divulgação Reduzir Normal Aumentar Imprimir Cientistas anunciaram a descoberta de 140 novos planetas parecidos com a Terra encontrados nas últimas semanas. Com os novos dados, os cientistas acreditam que existam cerca de 100 milhões de planetas parecidos com o nosso e que possam abrigar vida apenas na Via Láctea. As informações são do Daily Mail . Os achados foram feitos pelo telescópio espacial Kepler, que procura novos planetas desde que foi lançado, em janeiro de 2009. Segundo o astrônomo Dimitar Sasselov, os planetas têm tamanho parecido com o da Terra. O cientista descreveu a descoberta como a "realização do sonho de Copérnico", em referência ao pai da astronomia moderna. Novos planetas fora do sistema so

Serra prega aos evangélicos

Dilma virou pentecostal católica?

Bispo de Guarulhos recomenda a católicos que não votem em Dilma PUBLICIDADE   FÁBIO ZAMBELI DE BRASÍLIA Alheio à recomendação da Igreja Católica de manter neutralidade na campanha eleitoral, o bispo de Guarulhos, d. Luiz Gonzaga Bergonzini, prega boicote à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República por considerar o PT favorável à descriminalização do aborto. Em artigo intitulado "Dai a César o que é de César e a Deus o que é Deus", publicado no site oficial da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), d. Bergonzini evoca deliberações dos congressos nacionais petistas de 2007 e 2010 e o 3º Plano Nacional dos Direitos Humanos para classificar o partido como "contrário aos valores da família". "Recomendamos a todos verdadeiros católicos a que não deem seu voto à senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais liberações, independentemente do partido a quem pertençam", diz o bispo no texto, datado de 1º de julho. Embora admi

Twitter, SETI, ETs e Astrobiologia

Imagem
Cientistas propõem abordagem 'Twitter' para contato com ETs Farol contínuo seria muito caro para uma civilização avançada manter, especulam cientistas 21 de julho de 2010 | 14h 18 Leia a notícia Comentários Email Imprimir Twitter Facebook Delicious Digg Newsvine LinkedIn Live Reddit Texto   -   + estadao.com.br A busca por inteligência extraterrestre (SETI) baseada em radiotelescópios depende, para obter sucesso, de haver pelo menos uma raça alienígena transmitindo um sinal contínuo de alta potência para o espaço - o equivalente de um farol cósmico - que pudesse ser detectado na Terra. A manutenção de um farol do tipo consumiria muita energia, no entanto, e vários cientistas questionam se uma civilização qualquer estaria disposta a arcar com esse tipo de custo.   O tempo está acabando para a SETI? Agora, em dois artigos publicados na revista  Astrobiology , os irmãos gêmeos Gregory e James Benford - astrofísico e físico - analisam os custos do ponto de vista da espécie emiss