Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, agosto 11, 2009

O otimista Temporão...


"É possível atender com folga a demanda" por remédios contra a gripe suína, afirmou nesta terça-feira, 11, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Em audiência pública no plenário da Câmara, o ministro confirmou que o Brasil registra 192 mortes causadas pelo vírus A (H1N1). No entanto, números mais atualizados, com dados se secretarias estaduais e municipais de Saúde, já põem o número acima de 200. Segundo Temporão, a doença já representa 77% do total dos casos de gripe no Brasil.

Deixa ver se eu entendi: supondo 5% de complicações (a taxa do MS é 19%, mas sejamos conservadores), no cenário otimista de 20% de infecções (em vez dos prováveis 30%), temos: 0,05 x 0,2 x 200.000.000 = 2 milhões de casos graves e apenas 1 milhão de tratamentos Tamiflu. Então eu não entendi onde está a folga... OK, OK, tem os camelôs do Paraguai...

Acho que o Ministro quis dizer: "É possível atender com folga a demanda atual, ainda no início da epidemia". Foi essa atitude de olhar os números presentes sem encarar as projeções futuras (que são patéticas, segundo o ministro) que eu critiquei, Takata!

Mas eu não queria estar na pele do ministro. Ter que falar como porta-voz do governo em vez de como médico ou cientista deve ser terrível...

Algumas pessoas comentaram no blog que o ministro deveria renunciar. Não acho isso, não se muda o comandante durante a guerra, levaria muito tempo até que um novo ministro se inteirasse do assunto. Além do mais, em time que está ganhando não se mexe: ultrapassaremos a Argentina daqui a duas semanas, antes do jogo de futebol!

3 comentários:

none disse...

Salve, Kino,

Temporão é médico, não biólogo.

Deve-se ter em mente também que mais medicamentos poderão ser comprados futuramente.

Até 2010, deverão ser comprados 9 milhões de tratamentos, segundo o MS (o estoque atual dá conta de 8,7 milhões de tratamentos, mas o governo prefere não mexer neles):
http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/noticias/default.cfm?pg=dspDetalheNoticia&id_area=124&CO_NOTICIA=10447
--------------

[]s,

Roberto Takata

Gustavo disse...

Se o Temporão médico tolera o Temporão porta-voz, é ainda pior a perda de credibilidade. Isso demonstra que não há crise de consciência.

disse...

Eu já havia deixado um comentário anteriormente aqui no blog sobre a gripe h1n1, havia esquecido de dizer que sou catarinense e aqui é onde há o maior rebanho suíno... a cidade é a mãe da Perdigão, Videira. Estava olhando na internet e achei esse site http://www.avaaz.org/po/swine_flu_pandemic/ que fala sobre investigar se a origem dessa gripe não é em fazendas de criação de porcos. Aqui em SC houveram 6 mortes apenas confirmadas e 3 são da cidade mãe da Sadia, Concórdia. Como havia já dito no meu comentário antigo, especula-se que o número é maior, mas que isso está sendo escondido pelas autoridades! Não duvido de mais nada... até as missas foram canceladas, me parece precaução demais pra uma cidade que só agora afirma que tem 1 caso confirmado da doença já tratado...