Ocorreu um erro neste gadget

sábado, maio 09, 2009

Novo "Star Trek" é melhor que "Jornada nas Estrelas"


Do Podcast de Cinema:

Novo "Star Trek" é melhor que "Jornada nas Estrelas". Conheça os motivos.

05/05/2009 - 16:49


Vou começar esta resenha tirando a polêmica da frente, já que esse seria o final do texto de qualquer forma. Preste muita atenção:

“Star Trek”* é melhor do que QUALQUER COISA já feita sobre “Jornada nas Estrelas” nos cinemas.

Tudo bem... Admito que isso não significa grande coisa. “Jornada nas Estrelas” nunca foi realmente sinônimo de qualidade na telona. Então vamos lá. Para ser mais justo:

“Star Trek” é melhor do que QUALQUER COISA já feita sobre “Jornada nas Estrelas”. Ponto.

É, meu amigo. O senhor J.J. Abrams sabe das coisas. E trekker que é trekker deveria estar agora de joelhos diante do cara. A mitologia foi respeitada, os personagens estão todos lá e a franquia atinge agora um público que nunca atingiu: as pessoas normais!

“Ei! Eu sou normal e adorava os filmes com o William Shatner!!!”, você deve estar dizendo. Eu também cara! Sou normal e gostava! GOSTAVA! Mas faça a seguinte experiência, como eu fiz: alugue os filmes clássicos e reveja. Não dá para gostar. NÃO DÁ!

De todos, apenas “A Ira de Khan”, o segundo, se salva de verdade. Não a toa ele ganhou até uma cena/homenagem na nova produção. Os outros transitam entre o mediano (“Jornada nas Estrelas IV - A Volta para Casa”, “Jornada nas Estrelas III: À Procura de Spock”) e o absolutamente horrendo e maçante (“Jornada nas Estrelas V - A Fronteira Final” e “Jornada nas Estrelas: - alguém me mata, pelo amor de Deus - Generations”).

Vale lembrar que, depois que Patrick “Xavier” Stewart e seu Jean-Luc Picard assumiu a ponte de comando da Enterprise, a série chegou a acertar no cinema mais uma vez, com o ótimo “Jornada Nas Estrelas - Primeiro Contato”.

Mas, mesmo assim, mantinha o filme numa área de interesse que só atingia aos fãs já convertidos. “Star Trek” não. O filme tem tudo para arrebanhar novos fãs. E, ao mesmo tempo, agradar aos trekker veteranos. J.J. Abrams posicionou seu longa numa linha muito fina, balanceando com perfeição o respeito ao original e a necessidade de reposicionar a franquia numa nova realidade.

"Star Trek Begins"

Seguindo a onda em voga nas adaptações atualmente, “Star Trek” volta no tempo para contar como foi formada a tripulação da Enterprise. Conhecemos Kirk e Spock ainda crianças, em duas cenas incrivelmente simples, cheias de clichês e, ao mesmo tempo, perfeitas para definir a personalidade e os conflitos de cada um deles.

A apresentação dos personagens é um dos pontos altos do longa. Para isso, contribui a excelente escolha de atores. Todos eles estão muito bem e visivelmente estudaram os trejeitos dos intérpretes originais. Assim, quem era íntimo dos filmes antigos vai reconhecer cada uma das figuras a surgir na tela. E quem não conhecia nomes como Uhura e Chekov, tem grandes chances de se apaixonar por eles.

A história tem como vilão Eric “Hulk de borracha” Bana, vivendo o romulano Nero. Motivado por vingança, o cara tem um passado – ou seria futuro? – trágico e busca vingança contra Spock.

Mas o grande interesse de J.J. não é mostrar a batalha do bem contra o mal, mas sim a deliciosa dinâmica entre a recém-formada tripulação, especialmente entre Kirk e Spock. E é isso que sustenta o filme.

Eu poderia aqui falar das incríveis cenas de ação, dos efeitos especiais impecáveis, do quanto a Paramount é melhor que a Fox ou da maturidade no uso dos alienígenas, mas vou deixar isso para o Podcast de Cinema desta semana.

Portando, volte na quinta-feira e ouça. Tem muito mais a ser dito.

* Então agora não se traduz mais as coisas? É isso? “Jornada nas Estrelas” virou “Star Trek”. “Guerra nas Estrelas” virou “Star Wars”. “Super-Homem” virou “Superman”... Então tá. All right!

por Bruno Ondei

2 comentários:

Fernanda disse...

Olá, amigos.

Não sou muito fã de ficção científica, afinal sou mulher :) , mas assisti ao Star Trek e gostei muito, principalmente do Dr. Spock que finalmente conheci. O filme rendeu até um POST no meu blog sobre psicologia.

Se interessar, eis o link:
http://fernandadavidoff.blogspot.com/2009/05/star-trek.html

Um abraço!

Fernanda

Osame Kinouchi disse...

Fernanda, vou ler seu comentário e colocar seu blog no Anel de Blogs Científicos