Ocorreu um erro neste gadget

sábado, julho 10, 2010

Flash Mobs de Marina Silva



Por Roberto Almeida

O Movimento Marina Silva, rede suprapartidária que faz campanha “alternativa” para a presidenciável do PV, elaborou um documento de 40 páginas, intitulado Guia de Mobilização, com instruções para que simpatizantes da candidata promovam ações nas ruas e na internet.

Entre caminhadas, bicicletadas e militância na web, o movimento sugere a realização de “flash mobs”, isto é, “mobilizações instantâneas” para uma performance coletiva em locais públicos com o objetivo de “surpreender pessoas”. A ideia, segundo o documento, pode gerar “grande efeito de mídia espontânea”.

Nas diretrizes dos “flash mobs”, destaque para a preparação de faixas, camisetas e adereços e o envio de um “teaser” para a imprensa. “Vá para a rua e realize a intervenção. Registre tudo em foto e vídeo”, orienta o documento.

A rede do Movimento Marina Silva conta com 28 mil seguidores espalhados pelo País. Eles são os responsáveis pela instituição das “Casas de Marina”, ou comitês domiciliares em apoio à candidata verde.

arina vem participando de inaugurações desses comitês. A primeira foi na zona sul de São Paulo, na semana passada. É a simbiose da campanha oficial da candidata, coordenada por João Paulo Capobianco, e o movimento, representado pelo consultor Eduardo Rombauer.

O primeiro encontro entre a candidata e a rede de simpatizantes ocorreu em abril, em Belo Horizonte. O objetivo era discutir um novo modo de fazer política. Para membros do movimento, Marina representa “a nova política”.

Link para o Guia de Mobilização: http://migre.me/VFd0

Nenhum comentário: