Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, março 24, 2009

Kentaro Mori (100NEXUS) responde a Ruth de Aquino

Ops, já ta ficando dificil acompanhar a reação blogosférica à provocação de Ruth de Aquino.

Kentaro Mori fornece um texto brilhante (aqui apenas um extrato, leia o texto completo lá que é muito mais saboroso!):

Em 1949 o historiador Arthur Schlesinger Jr reagiu de forma similar aos resultados obtidos por esses tais "cientistas" depois de meticulosas pesquisas com soldados durante a Segunda Guerra Mundial. "Demonstrações claríssimas", ele disse, de simples bom senso. Perda de tempo.

Paul Lazarsfeld, no mesmo ano, listou o que seriam algumas das descobertas apresentadas em The American Soldier, obra descomunal de dois volumes:

  1. Soldados melhor educados sofreram mais problemas de ajuste que os menos educados (Intelectuais eram menos preparados para o stress das batalhas que as pessoas comuns).
  2. Soldados do sul lidaram melhor com o clima quente da Ilha South Sea do que os soldados no norte. (Sulistas estavam mais acostumados ao clima quente).
  3. Soldados brancos estavam mais ansiosos em serem promovidos a oficiais do que soldados negros. (Anos de opressão desmotivam suas vítimas).
  4. Negros do sul preferiam oficiais do sul ao invés de do norte (porque oficiais do sul eram mais experientes e habilitados a interagir com negros).

Apenas bom senso, não? Leia mais uma vez esses itens, são, como Aquino bem escolheu o termo... são o óbvio. Seria realmente necessário um dos maiores esforços já empreendidos no campo das ciências sociais, compreendendo o período desde Pearl Harbor até o final da guerra em que mais de duzentos questionários diferentes, muitos dos quais com mais de 100 perguntas, foram ministrados a mais de meio milhão de soldados? Apenas para descobrir... o óbvio? Quanta perda de tempo!

Pois bem. Como Lazarsfeld completou logo depois, "todos esses itens são exatamente o oposto do que foi de fato descoberto". Ráááá! Pegadinha do Lazarsfeld. O esforço científico descomunal em uma das mais importantes pesquisas sobre o comportamento humano descobriu que... soldados com pouca educação eram menos preparados para lidar com o rigor da batalha. Aqueles intelectuais se adaptaram melhor. Sulistas não se ajustaram melhor ao clima tropical. Negros estavam ainda mais motivados a serem promovidos que brancos, e preferiam oficiais do norte.





Um comentário:

topsysbr disse...

Não vou entrar no seu joguinho pra aparecer para o Brasil. Com certeza, esse Kentaro Mori nasceu sem cérebro. Em suas entrevístas ridículas na TV, jamais mostra casos verdadeiramente ligados a extraterrestres. Só mostra polemica em cima de polemica o que sempre leva a uma farsa. Muitas provas vamos achar sobre os ovnis, porém a maior delas podemos encontrar nas culturas antigas, sabendo-se interpretar com inteligencia e claresa e não com deficiencia incríveis de entendimento o que demonstra esse cidadão totalmente perdido e crente saber da verdade. Podemos relacionar várias filmagens de naves, luzes, fenomenos, testadas pelas mais avançadas técnicas que nos levam a comprovar que não são tecnologias deste mundo. Porém as mais reais e concretas provas de visitas extraterrestres realmente são encontradas na história antiga, pré-história, etc. Analise as figuras descobertas no deserto de Nazca, analisem a caveira de cristal datada de 5000 anos mostra no livro de arthur clark sobre uma tecnologia muito além do laser e que até hoje não conseguiram fazer igual. Analisem as pedras de ICA no peru com pinturas de transplantes de cérebro, de coração, etc, comprovadas suas datas e origens pelo carbono 14. Na verdade, o sujeito ai, não acredita em nada, melhor ainda, quer mostrar pra todos que não passa de um imbecil que quer se destacar nos meios de comunicação ridicularizando a ciencia e a seriedade de grandes cientistas e pesquisadores. Estudo varios e vários ramos do conhecimento humano, destacando-se a antropologia, religiões, civilizações antigas, vidas inteligentes extraterrenas, e só mesmo alguém, sem nenhum conhecimento ou com essa mentalidade arcaica como essa desse jovem que chamam todos de loucos, burros, otários, etc. mas que na verdade tudo sendo um reflexo dele mesmo, é que não consegue ver provas e provas sobre estas grandes civilizações que continuamente nos visitam, e por sermos tão orgulhosos e egoístas não queremos aceitar serem mil anos mais avançados que nós. O PENSAMENTO DESSE INFELIZ É SIMPLESMENTE UMA ABERRAÇÃO. Agora: Se quer aparecer, faz o seguinte: tire toda sua roupa, coloca uma melancia na cabeça, vai para a Av. Paulista e chame a imprensa pra se mostrar na TV. Seria menos ridículo do que ridicularizar o incompreensível. Já dizia o grande pensador Vitor Hugo: "Aquele que ri do que desconhece está próximo de ser um idiota". Abraços.