Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, junho 10, 2010

Viagem à Lua no século II


Olá pessoal;

Hoje um amigo meu me mostrou um exemplar da Revista Mundo Estranho de
fevereiro de 2003. Na seção Túnel do Tempo, no Artigo Ficção Científica, A
Arte da Profecia, há um pequeno trecho que reproduzo aqui:

*PIONEIRO GREGO
Luciano de Samósata
(120-180 EC)*
*Em plena Grécia do século II,
esse escritor satírico concebeu
um enredo maluco em que
o herói e seus companheiros vão
à Lua de navio, impulsionados
por um enorme gêiser. Lá, eles
participam de uma guerra
espacial em que os impérios
da Lua e do Sol lutam pelo direito
de colonizar Vênus. O texto era
uma paródia de poemas épicos
como a Odisséia de Homero,
mas suas brincadeiras fantásticas
anteciparam a ficção científica
em 1700 anos.*

Para mim isto é novidade e assim compartilho aqui com todos.

Encontrei o livro no seguinte link:
http://www.gutenber g.org/files/ 10430/10430- h/10430-h. htm

Grande abraço

Marcelo L. Bighetti

Luciano de Samósata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Luciano de Samósata

Luciano de Samósata (gr. Λουκιανὸς Σαμοσατεύς) nasceu c. 125 em Samósata, na província romana da Síria, e morreu pouco depois de 181, talvez em AlexandriaEgito. De certo, pouca coisa se sabe a respeito de sua vida, mas o apogeu de sua atividade literária transcorreu entre 161 e 180, durante o reinado de Marco Aurélio.

De origem possivelmente semita, Luciano escreveu em grego e se tornou conhecido notadamente pelos diálogos satíricos. Satirizou e criticou acidamente os costumes e a sociedade da época e exerceu, a partir da Renascença significativa influência em escritores ocidentais do porte deErasmoRabelaisQuevedoSwiftVoltaire e Machado de Assis.

A ele foram atribuídas mais de 80 obras, conhecidas em conjunto por corpus lucianeum ("coleção luciânica"), dentre as quais pelo menos uma dezena é apócrifa. As mais conhecidas são Uma história verdadeira (ou Uma história verídica), O amigo da mentiraDiálogo dos mortosLeilão de vidasO burro LúcioHermotimo e A passagem de Peregrino.

Em Uma história verdadeira, Luciano relata uma fantástica viagem à Lua, menciona a existência de vida extraterrestre e antecipa diversos outros temas popularizados durante o século XX pela ficção científica. Em A passagem de Peregrino legou-nos uma rara abordagem do Cristianismo segundo o ponto de vista de um não-cristão.

Nenhum comentário: