Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, novembro 20, 2009

Marina Silva diz que sofreu mais preconceito por ser evangélica do que por ser negra, pobre ou mulher



Marina Silva diz que não vai votar no Lula pela primeira vez

Senadora acredita que se o país “já elegeu um sociólogo e um metalúrgico, está pronto pra eleger uma mulher”


A senadora ambientalista, Marina Silva, de 51 anos, conta em entrevista à “TPM” que, pela primeira vez, não vai votar no presidente Luiz Inácio lula da Silva, já que o presidente não será candidato às eleições de 2010. “Ainda bem”, complementa Marina, que vai concorrer à presidência no próximo ano.

Ela fala à revista sobre como foi a infância na floresta e como superou doenças como leishmaniose, malária e hepatite que, até hoje, a obrigam a fazer uma dieta específica.

Mesmo assim ela não costumava reclamar da vida e diz que sofreu mais preconceito por ser evangélica do que por ser negra, pobre ou mulher. Mesmo sabendo que o Brasil é um país machista, ela acredita que se a população “já elegeu um sociólogo e um metalúrgico, está pronto pra eleger uma mulher”. Segundo a senadora, o país é muito ousado e “a sociedade brasileira é capaz de se colocar à frente de seus próprios

Nenhum comentário: