Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, junho 19, 2009

Sexo, internet, mentiras e estatísticas


A Folha reporta hoje uma série de estatísticas referentes ao comportamento sexual do brasileiro. Imagino que pesquisas deste tipo devem ter os seus problemas metodológicos, mas me impressiona que tais problemas não sejam discutidos durante a reportagem.

Por exemplo, eu nunca entendi este tipo de dado:


Entre os homens, 10,3% afirmaram ter feito sexo com ao menos um parceiro que conheceu pela internet durante o período -- para as mulheres, a taxa é de 4,1%.

Descontando as relações homossexuais e com profissionais do sexo (que imagino não foram alvo da pesquisa específica sobre comportamento na internet), estes dados diriam, no mínimo (ou seja, na hipótese de apenas uma parceira por homem), que algumas mulheres são mais promíscuas, pois estariam fazendo sexo com uma média de 2,5 homens. Eu disse "no mínimo", pois a pesquisa reporta "ao menos um", ou seja, em média mais que um.

Isso parece pouco crível: ou homens, ou mulheres, ou ambos estão mentindo, como diria o Dr. Gregory House.

Será que ainda vivemos em uma cultura onde os homens contam vantagem sobre suas conquistas ou as mulheres escondem suas relações por medo de parecerem fáceis? Mas a metodologia da pesquisa não deveria ter previsto e evitado isto (por exemplo, garantindo anonimato etc).

É engraçado os responsáveis pela pesquisa divulgarem os números sem tentarem compatibilizar os resultados.

Uma terceira hipótese seria a de que mulheres e homens interpretam de forma diferente o significado da expressão "fazer sexo". Uma espécie conceito sexual a là Bill Clinton, só que ao contrário.


Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde aponta que ao menos 7,3% dos brasileiros já fizeram sexo com pessoas que conheceram pela internet --o estudo, realizado entre setembro e novembro de 2008, questionou entrevistados sobre os hábitos sexuais nos 12 meses anteriores à pesquisa.
Entre os homens, 10,3% afirmaram ter feito sexo com ao menos um parceiro que conheceu pela internet durante o período -- para as mulheres, a taxa é de 4,1%.
Segundo a "Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas", os jovens são os que mais procuram parceiros sexuais pela internet. Entre a população de 15 a 24 anos, 10,5% afirmam ter mantido relações sexuais com "amigos virtuais". Para os entrevistados entre 24 e 49 anos de idade, esse índice cai para 5,4%, e para 1,7% entre as pessoas com 50 a 64 anos.

Um comentário:

www.ABnix.com.br disse...

www.ABNIX.com.br - Hospedagem de Sites Com 250 gigas de espaço com trafego ilimitado Sevidor no Brasil - R$10.00 Reias Mensal.

Tenha Sua Rádio Web a 40 R$, com Site Administravel - Streaming de 1000 ouvintes a 64kbs com Auto Dj de 10 Gigas, Já Incluso com Hospedagem. Entre no site www.abnix.com.br ou msn suporte@abnix.com.br

Oportunidade - Seja Nosso vedendor ganhe 50 % das suas vendas, Indique Clientes para ABniX Host. Na Quinta Venda Damos um Dominio com hospedagem Gratis totalmente gratis .