Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, junho 30, 2009

Dúvidas sobre o Tamiflu


Como vocês podem ver pelo gráfico Technorati aí do lado, a blogosfera não registra aumento de comentários sobre a gripe suína. Portanto, acho que a política de contenção dos blogs e do jornalismo investigativo na imprensa feita pelo Ministério da Saúde está dando certo.

Mas ficam aqui três questões sobre o Tamiflu:

1. O Tamiflu só é eficaz se administrado até 48 horas após a contaminação. Mas o governo pretende usá-lo apenas nos casos graves. Mas para um caso se configurar grave, imagino que isso só acontece depois de 48 hs. Ou não?

2. Tamiflu é remédio tarja preta? Porque o governo tirou o mesmo do mercado? A explicação de que é para prevenir o surgimento de cepas resistentes ao Tamiflu parece mais uma racionalização: é verdade, mas não toda a verdade. Será que a verdadeira razão é que os estoques do governo estão muito baixos?

3. A notícia dada pelos jornais de que o governo teria comprado 800.000 caixas de Tamiflu é aparentemente falsa. O custo no mercado de uma caixa é de R$ 160. Se o governo comprasse com um super desconto, por R$ 100, seria necessária uma verba de R$ 80 milhões para comprar as 800.000 caixas. A única notícia sobre verba extra para a gripe suína foi a de R$ 140 milhoes aplicados na politica de contenção em aeroportos e fronteiras, e folhetos de propaganda.

Essas dúvidas sobre o Tamiflu dariam uma ótima reportagem no G1 ou na Folha. Mas parece que todo mundo fica apenas repetindo os comunicados oficiais do Ministério da Saúde.

Outra dúvida: por que o Ministério não informou ontem o novo número de casos confirmados?

Nenhum comentário: