Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, abril 28, 2009

A gripe suína e o porco do mar



Para quem não sabe, o porco do mar é o camarão (por analogias óbvias). Mas talvez os camarões sejam mais limpinhos, dado que o porco costuma comer as fezes das galinhas, que foram infectadas pelos patos transmissores dos vírus de gripe. Daí para o crossover genético dos vírus de gripe é um passo (ver este interessante post do Áquila do Rainha Vermelha).

Como eu propus em um post anterior que as pessoas considerassem seriamente, em uma análise custo-benefício, se vale a pena continuar com a suinocultura, é claro que eu deveria oferecer uma alternativa. Pois bem, que tal se os suinocultores se tornassem criadores de camarão? Em ambos os casos a área necessária é pequena.

Eu adoro camarão, mas é muito caro aqui na minha região. Eu tenho certeza que se a produção e o consumo fossem maiores, o preço iria cair. Afinal, você não precisa vacinar camarão, precisa?

E meus amigos vegetarianos como a Mônica Campiteli e a Luciana do blog SerPsico talvez ficassem mais felizes. Luciana, não adianta dizer que um camarão vale tanto quanto um porco, não é verdade! Assista o filme documentário "Earth" que está nos cinemas, em comemoração ao dia da Terra: as baleias adoram camarão, e você não vai querer matar as baleias apenas para salvar uns camarõezinhos, vai?

Abaixo a suinocultura! Viva o cultivo dos camarões, o espetinho de camarão aqui de Ribeirão, os pratos nordestinos com camarão que eu como em Recife quando vou trabalhar com o Mauro e todas as receitas com camarão da internet

6 comentários:

Serpsico disse...

Não vou matar as baleias para salvar os camarões! Mas tb não vou comer camarão até pq a cara desse prato não é nada atrativa.

Serpsico disse...

Mudou a imagem né? Espertinho, pq com aquela não convenceria ninguém, pois o camarão parecia que já tinha sido mastigado.

Serpsico disse...

Qual é o nome desse prato? Camarão fantasiado de abóbora?

Anônimo disse...

Kinouchi, eu até aceitaria a troca, mas se não estou enganado o camarão provoca mais reações alérgicas em geral que o simpático suíno. Enfim, não sou especialista da área, mas me parece que há mais pessoas com alergia a camarão e outros petiscos marinhos do que ao bom e velho porco. Peço que me corrijam se estiver errado.
MIGUEL

Osame disse...

Miguel,
Acho que no seu caso, a questão é se você é alérgico a camarão.
Quanto à populaçao em geral, a taxa não deve ser tão alta assim: afinal temos a Vivenda do Camarão em Shoppings, fast food para as massas, concorda?
E quanto à alergia, talvez parte dela seja devido à uma baixa exposição do sistema imunológico no inicio da vida. Afinal, eu imagino que existam populações ribeirinhas e de manguezais inteiras no brasil que vivem na base de mariscos e camarões... Nessas populações os genes da alergia ao camarão foram eliminados?

Como têm aparecido alguns vegetarianos aqui como a Luciana, acho que preciso esclarecer que não sou vegetariano, mas acho que atualmente 70% do meu consumo de carne é de peixes e crustáceos. E lembremos finalmente que o consumo de carne no Japão era baixissimo a algumas décadas (2 Kg por ano per capita?) e que a profissão de açougueiro era (ainda é) muito discriminada. Talvez o Japão tivesse razão... Eles não tem problema crônico de obesidade na população, tem?

Anônimo disse...

Acho que não fui bem claro...felizmente, eu não tenho alergia a camarões. Só tenho uma certa alergia aos preços! Mas, tudo bem, era só uma desconfiança nada científica da minha parte. Quanto ao Japão, de pleno acordo! Só não concordo que eles continuem matando baleias para "fins científicos". A propósito, um bom tema seria tentar descobrir por que o Brasil, com esse litoral imenso e essa infinidade de rios (muitos criminosamente poluídos) não valoriza mais o peixe. Por que toda essa "tara" pelo bovino?
MIGUEL