Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, abril 07, 2009

Fofoqueiros


Esta aqui vai contra o senso comum de Ruth de Aquino e também da Psicologia Evolucionária (PE). Uma das críticas à PE é que é muito fácil fazer hipóteses de PE plausíveis, intuitivas, de senso comum, mas caso se revele que os fatos refutam dada hipótese, é igualmente fácil substituí-la por outra hipótese igualmente intuitiva e plausível.

Por exemplo, nesta pesquisa, acho que a PE e o senso comum previam que as mulheres são mais fofoqueiras (pois sabe-se que uma mulher emite três vezes mais palavras que um homem por dia, talvez ligado ao fato de que elas sempre foram as construtoras das redes sociais humanas). Em termos quantitativos (76 x 52 min para os homens) isso não é verdade. Por outro lado, parece que os homens usam a fofoca para se autopromover ou se vangloriar de seus amigos (o que significa que ele mesmo é um cara que está próximo do poder), enquanto que as mulheres usam a fofoca para denegrir (não gosto de usar este adjetivo racista) suas concorrentes. Se verdade, isso configura duas estratégias bem diferentes, talvez ligadas à como o poder se constitui nas sociedades antigas (forca explicita versus intriga?). 

Pronto, você viu? Criei minha hipótese de PE plausível para explicar os dados que refutavam a primeira hipótese de PE. Melhor não fariam marxistas e psicanalistas rasos...

01/04/2009 - 13h44  Folha Online

Homens fofocam mais que mulheres, diz estudo

da Folha Online
Homens passam mais tempo de seu dia fofocando do que as mulheres, segundo uma pesquisa realizada pela internet no Reino Unido.

O estudo do instituto de pesquisas Onepoll indica que eles passam uma média de 76 minutos diários conversando sobre amenidades com amigos e colegas de trabalho, comparado a 52 minutos gastos pelas mulheres.

Entre os assuntos favoritos dos homens estão as peripécias de amigos bêbados e os dos tempos de escola, e as histórias em torno da mulher mais bonita do escritório.

Já as mulheres preferem passar o tempo reclamando de outras mulheres, falando da vida sexual dos conhecidos e comentando sobre o peso das amigas.

Mais que sexo

O OnePoll entrevistou 5 mil pessoas pela internet.

Ele descobriu que os homens fofocam mais no escritório, enquanto as mulheres preferem fazer isso em casa.

Cerca de 30% dos homens disseram ficar mais felizes quando conversam com os colegas de trabalho, e 58% deles admitem que fofocar os faz se sentirem "enturmados."

Outros 31% confessaram gostar mais de fofocar com as parceiras do que fazer sexo.

"Esta pesquisa prova que os homens são piores que as mulheres", disse um representante do Onepoll. "Eles adoram um pouco de escândalo e vão fazer qualquer coisa para ser o centro das atenções dos colegas."

Entre as mulheres, mais da metade das entrevistadas disse que conversam frequentemente sobre suas vidas pessoais com as amigas.

Elas também tendem a comentar mais sobre as celebridades do que os homens, que são mais influenciados pelos assuntos do trabalho.

"Mesmo fofocando sobre coisas diferentes, homens e mulheres concordam que conversar com amigos, colegas e parceiros os ajuda a se sentirem mais à vontade", disse o representante da Onepoll.

Nenhum comentário: