Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, dezembro 11, 2009

Gripe suína: dez mil mortes nos EUA


Talvez valesse a pena dar uma olhada nessa metodologia do CDC a fim de ver se poderia ser adaptada para o Brasil.

Deveríamos pelo menos fazer uma estimativa de ordem de grandeza do efeito da segunda onda. Eu proponho o seguinte: embora os EUA, por ser um pais temperado, tenham estações mais marcadas (e portanto estações de gripe melhor definidas), e tenha uma população maior, o efeito da gripe suína no Brasil não será menor, dado que:

a) a taxa de vacinação para o ano que vem será menor;

b) os serviços de saúde, especialmente de UTI, são bem piores;

c) a proporção de jovens e crianças é maior.

PS: Engraçado que os números dos EUA são totalmente compatíveis com as estimativas do plano de enfrentamento da Influenza divulgado pelo Hélio Schwartsman mas renegado pelo Ministério da Saúde e pela própria Folha. Veja sua recente coluna aqui na Folha Online. Será que a Folha não vai dar o braço a torcer para a coragem do Hélio?


A gripe suína já matou cerca de 10 mil pessoas nos Estados Unidos, incluindo 1.100 crianças, desde o início da epidemia provocada pelo vírus H1N1 no país, em abril passado, informou um funcionário da Saúde.

"Até 14 de novembro, morreram muito mais crianças e adultos jovens devido ao H1N1 do que na temporada normal de gripe (influenza)", disse Thomas Frieden, titular do Centro para Prevenção e Controle de Epidemias (CDC, sigla em inglês). "Estimamos que ocorreram cerca de 50 milhões de casos, a maioria envolvendo adultos jovens e crianças, e mais de 200 mil internações" devido ao H1N1. "Lamentavelmente, houve cerca de 10 mil mortes, incluindo 1.100 crianças e 7.500 adultos jovens".


2009 H1N1 Flu In The News

December 10, 2009 1:00 PM ET

How many 2009 H1N1 cases, hospitalizations and deaths are estimated to have occurred in the United States?


CDC developed a method to provide an estimated range of the total number of 2009 H1N1 cases, hospitalizations and deaths in the United States by age group using data on flu associated hospitalizations collected through CDC’s Emerging Infections Program. On November 12, 2009 CDC provided the first estimates for April through October 17, 2009 and committed to updating those estimates approximately monthly. On December 10, 2009, CDC issued updated estimates for the numbers of 2009 H1N1 cases, hospitalizations and deaths in the United States since the pandemic started in April 2009 through November 14, 2009.


  • CDC estimates that between 34 million and 67 million cases of 2009 H1N1 occurred between April and November 14, 2009. The mid-level in this range is about 47 million people infected with 2009 H1N1.
  • CDC estimates that between about 154,000 and 303,000 2009 H1N1-related hospitalizations occurred between April and November 14, 2009. The mid-level in this range is about 213,000 H1N1-related hospitalizations.
  • CDC estimates that between about 7,070 and 13,930 2009 H1N1-related deaths occurred between April and November 14, 2009. The mid-level in this range is about 9,820 2009 H1N1-related deaths.

A table showing this data by age group is available. In addition, background information on these estimates and information about the methodology used to generate these estimates also is available on the CDC web site.

Nenhum comentário: