Ocorreu um erro neste gadget

domingo, janeiro 14, 2007

Cinco teses sobre o recente jornalismo científico


1. A revista PLANETA (de papel, não a eletrônica) ficou menos Esotérica e mais Eco-Turística. Mas que saudade de sua fase inicial de Realismo Fantástico editada pelo Ignácio de Loyola Brandão...
2. Pressionada pelo padrão Scientific American, e tentando ocupar o nicho deixado pela Planeta, a SUPERINTERESSANTE se torna cada vez mais New Age, fazendo propaganda subliminar romântico-religiosa sob o nome de "consciência crítica da ciência".
3. Ninguém lê a Galileu.
4. A SciAm está cada vez melhor, mas os artigos nacionais da Viver Mente e Cérebro deixam um pouco a desejar (inclusive o meu, que infelizmente NÃO aparece neste índice da SciAm especial sobre Sonhos..!). Bom, excluindo o Sidarta e o Nicolelis, claro...
5. As melhores reportagens da Revista FAPESP são assinadas pela... Maria Guimarães.

Alguém discorda?

2 comentários:

Anônimo disse...

vou ter que discordar do item 5 - tem gente lá que faz umas reportagens deliciosas. e é revista Pesquisa Fapesp, se você tira o "pesquisa" fica parecendo boletim institucional!

Artur de Assis Andrade disse...

Concordo com sua opinião sobre a revista PLANETA. Parece que ficaram "politicamente corretos", tentando agradar uma quantidade maior de leitores.
É uma pena...