Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, janeiro 19, 2010

Amor em Londres: uma aplicação prática da Equação de Drake

Quem disse que a pesquisa em SETI não serve para nada?


Amor em Londres é tão raro quanto encontrar aliens, indica cálculo


da Folha Online

Romances podem acontecer diariamente, mas encontrar um verdadeiro amor em Londres é tão raro quanto alienígenas na galáxia, segundo divulgou um economista londrino nesta terça-feira (19).

Peter Backus, professor de economia na Universidade de Warwick, calculou que ele tem 0,00034% de chances de encontrar um amor na capital inglesa, usando a equação de Drake, que é aplicada por cientistas para determinar o número potencial de extraterrestres na nossa galáxia.

Bridget Jones -27.set.99/AP
Casal observa peças de ouro em joalheria de Londres; cálculo prevê 0,00034% de chances de encontrar um amor na capital inglesa
Casal observa peças de ouro em joalheria de Londres; cálculo prevê 0,00034% de chances de encontrar amor na capital inglesa

O nome da equação provém do astrônomo e astrofísico Frank Drake, responsável por desenvolver a equação no começo dos anos 1960.

Backus, 31, vive na região central de Londres, não idealizou nada em especial na parceira ideal, pedindo apenas que ela fosse uma mulher radicada em Londres, com idade entre 24 e 34 anos, e também com formação universitária.

"Não estou tentando ser elitista ou qualquer outra coisa", disse sobre a exigência educacional. "Qualquer um tem preferências. Eu acho só que teríamos mais em comum."

Reduzindo ainda mais as suas chances, ele estimou que se sentiria fisicamente atraído por apenas 5% das mulheres com todos estes critérios.

Isso significa que há por volta de 10,5 mil mulheres no Reino Unido que preenchem todos os critérios de Backus, disse ele --há por volta de 10 mil civilizações com potencial de comunicação que podem existir na Via Láctea, de acordo com a equação Drake.

Então apenas 0,14% dos londrinos e 0,017% da população britânica se enquadra nas exigências de Backus.

Mas aí a coisa se complica.

Se a mulher dos sonhos do economista é tão exigente quanto ele, suas chances de encontrar alguém que corresponda ao nível é apenas de 0,00034%.

"Há 26 mulheres no Reino Unido com as quais eu talvez tivesse um relacionamento maravilhoso. Então, em uma noite londrina, há 0,00034% de chances de encontrar uma dessas pessoas especiais", diz ele.

"Isso é uma em 285 mil chances. Nada formidável."

5 comentários:

none disse...

Cálculo de economista, sem nenhuma realidade biológica por trás.

No mínimo ele ignora a questão de que se um indivíduo tem condições socioeconômicas A, B e C, aumenta em muito as chances de q ele interaja com outra pessoa com condições socioeconômicas similares.

Se ele é economista, vai frequentar congressos de economia, frequentados por outros economistas, etc.

Sem falar q amor não tem nada a ver com encontrar uma pessoa com as mesmas características socioeconômicas.

Dá um belo post para desmascarar essa impostura.

[]s,

Roberto Takata

CaWal disse...

Bom, ele esqueceu de colocar na equação que pessoas com gostos em comum COSTUMAM frequentar os mesmo lugares? =)

De fato, se fosse no Brasil aposto que seria por muito mais de 5% das universitárias que ele ficaria atraído...

Osame Kinouchi disse...

Calma, pessoal,

O calculo é sobre qual a fração de pessoas satisfazem o criterio especificado por ele (e vice versa), não sobre a probabilidade dessas pessoas se encontrarem.

Ou seja, é apenas um calculo sobre qual a probabilidade de que exista na Inglaterra tal casal com criterios reciprocamente satisfeitos, nao importa se elas se encontrem ou nao.

O calculo do economista está correto.

none disse...

Kino,

Ele diz: "So, on a given night out in London there is a 0.00034% chance of meeting one of these special people"

O cálculo do economista está correto. Apenas que o cálculo não tem nenhum significado biológico, porque a *modelagem* está errada.

[]s,

Roberto Takata

Rodrigo Colpo disse...

Essa equacao eh bem famosa e esta correta.
Resolvi fazer a minha conta, e tenho 875 amores em potencial espalhados pelos Rio de Janeiro. Acho que isso significa que vou morrer solteiro :(