Ocorreu um erro neste gadget

domingo, abril 20, 2008

A mecânica quântica de Jim Carey


Muita chuva aqui em Ribeirão, sem nada para fazer a não ser navegar, ler artigos, mexer no portal ABC, blogar aqui. Hummmm, preciso descobrir em que canal passa a Battlestar Galactica.

OK, OK, eu sei que deveria estar escrevendo o paper com o Pablo Batista e Alexandre sobre os índices de rankeamento na rede de citações da American Physical Society. Ou poderia estar escrevendo o paper da itinerância caótica e teoria de sonhos com a Juliana Dias, ou o paper da formação de colônias como processo crítico com o Thiago, ou ainda iniciar o novo artigo com Peter Riegler, Roque, Rosa e Adriano sobre os novos dados que coletamos sobre a culinária.

Por falar nisso, parece que o Peter eliminou aquela possibilidade da lei de potência de frequência de uso dos ingredientes ser uma lei lexical simples tipo lei de Zipf: a forma da curva é diferente, o expoente é diferente. Ele verificou isso em um livro de receitas judaicas kosher disponível na internet. Faltam agora os dados do Roque sobre a culinária chinesa - acho que depois disso poderemos descansar e deixar para outros a tarefa de polir os resultados.

Bom, se você está entediado como eu, dê uma olhada nesta entrevista com Jim Carey. Fica a pergunta: Jô Soares copiou seu programa desse tal de Conan ou do David Letterman?

Um comentário:

luisbr disse...

Modelos também entendem de quântica.
http://www.humornaciencia.com.br/blog/2008/01/modelos-top-quantica/

:-)