Ocorreu um erro neste gadget

sábado, dezembro 20, 2008

Metáforas científicas II




Se você examina o discurso de jornalistas, você irá perceber uma profusão de termos de física clássica, em especial mecânica (estática), eletromagnetismo clássico e ótica geométrica. Exemplos:




Imagino que também devido à divulgação científica, novas metáforas tem sido criadas:





Sem falar em expressões como liquidez de crédito, empresa sólida, bolha especulativa etc.



Acredito que essa função de expandir o vocabulário metafórico e expressivo dê mais poder às pessoas: pois não são apenas palavras, mas conceitos novos, capazes de revelar facetas do mundo que ficariam obscurecidas de outro modo.



Isso contrasta com outras funções menos nobres da divulgação científica, tais como angariar apoio popular, despertar vocações, justificar gastos governamentais em ciência... Tais funções tem como foco valorizar a própria ciência, não o cidadão.



Quando expus essas idéias no I EWCLiPo, me aconselharam apublicar o mais rápido possível. Bom, o mais rápido possível é um post (digo, postagem), fica aqui registrado. Talvez até o final das férias isso gere um artigo... (sim, eu sofro, como todo cientísta, de papirofilia...).

Nenhum comentário: