Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Papai Noel, um delírio

Preocupante a reportagem sobre a intolerância dos brasileiros em relação aos ateus mostrada na VEJA dessa semana, Vade Retro Ateus! A conclusão é de que os brasileiros são tolerantes quanto à religião, mas extremamente intolerantes frente à falta de religião.

Acho que a estatística da VEJA está com problemas. Afinal como é possivel que o estado mais sem religião seja a Bahia, e a capital mais descrente seja Salvador. Minha resposta para isso é a seguinte: as pessoas seguidoras de crenças New Age, OSHO etc se declaram "sem religião" para o IBGE, no sentido que não seguem nenhuma religião institucionalizada. Mas claro que esses seguidores de O Segredo não podem ser classificados no mesmo grupo dos ateus e agnósticos. A estatística está simplesmente errada. O que cresceu para 7% da populacao não foram os ateus, mas os New Agers!



Também preocupante a crescente antagonismo entre ciência e religião: no passado, sempre que tal antagonismo se exacerbou, a ciência saiu perdendo... Acho que existem duas estratégias que os cientistas podem adotar nesta difícil situação: o porraloquismo de Giordano Bruno - que, reparemos, não era cientista mas crente propagandista do culto solar de Akenaton que, segundo ele, viria substituir Cristianismo na Nova Era de 1600. Ou seja, Giordano era uma espécie de Madame Blavatsky ou OSHO da época... Bruno argumentava que o Heliocentrismo era a prova da falência do Cristianismo e do Papado, e sua superação pela antiga religião egípcia renascida se daria no século XVII, algo que os inquisidores tiveram alguma dificuldade em aceitar... e acho que a totalidade dos cientistas atuais também.


A segunda estratégia é a cautela inteligente de Galileu Galilei, que sabia que bater de frente com instituições idiotas é prova de igual idiotia (social, suponho). Pode-se ganhar a batalha, perde-se a guerra (pelos corações e mentes dos jovens candidatos a cientistas). Algo que muitos ateus, livres pensadores e céticos ainda não entenderam, talvez por excesso de testosterona.

O que eu acho mais chato, mesmo, é o cara que fica a vida toda se gabando que é livre pensador, ateu etc (conheci vários!), mas no final da vida vira espírita, ou seguidor da Igreja da Graça do J. Soares, ou leitor de Fritjov Capra, O Segredo, ou assistidor de Quem Somos Nós etc e tal. A estes ex-ateus e ex-céticos, meu Feliz Natal (sim, eu acredito em Papai Noel!) e... Ano Novo, Vida Nova, heim!

PS: O próximo projeto de Dawkins é escrever um catatau de mais de 1000 páginas mostrando científicamente que Papai Noel não existe... Alguns fatos a serem usados:


24/12/2007 - 14h11


Para entregar presentes, Papai Noel teria que se deslocar a 5.800 km/seg

Folha Online, da France Presse, em Estocolmo


O período das festas de fim de ano pode ser estressante, sobretudo para o Papai Noel. Para fazer o trajeto dele pelo mundo, ele teria que se deslocar a uma velocidade de 5.800 km por segundo para levar presentes às crianças do mundo inteiro, segundo um estudo sueco.
"Entre hoje e amanhã, 25 de dezembro, Papai Noel teria que parar em 2,5 bilhões de casas, considerando que as crianças de todas as religiões receberão um presente", explicou Anders Larsson, da consultoria Sweco.
"Consideramos que há no planeta 48 habitantes por km², e que 20 metros separam cada casa. Logo, se Papai Noel parte do Quirguistão e viaja no sentido contrário ao da rotação da Terra, ele tem 48 horas para entregar todos os presentes", explicou.
Segundo a tradição, Papai Noel mora no Pólo Norte. Entretanto, várias cidades nórdicas reivindicam o título de local de residência oficial do Papai Noel, entre as quais Rovaniemi, na Finlândia.
Porém, segundo o estudo realizado pela Sweco, a moradia ideal para Papai Noel seria mesmo o Quirguistão. É este país da Ásia Central que proporciona a ele, objetivamente, o melhor ponto de partida para racionalizar ao máximo seu trajeto pelo mundo, perdendo o menos de tempo possível.
"Papai Noel tem 34 milésimos de segundo para cada parada", resumiu o estudo.
De acordo com outro estudo que circula na internet, o trenó do Papai Noel, carregado de toneladas de presentes e se deslocando a uma velocidade supersônica, se desintegraria em 4,26 milésimos de segundo devido à resistência do ar.

6 comentários:

João Carlos disse...

Hmmm... Quirguistão, roupa vermelha, esse negócio de "dar presentes a todas as crianças, sem distinção"...

PAPAI NOEL É COMUNISTA!...

João Carlos disse...

Recebida sua argumentação. É sempre bom lembrar que, após a fragmentação da URSS, a pragmática China assumiu a liderança do Bloco Socialista, empregando, onde necessário, o método de produção capitalista.

Não me espantaria nada saber que a produtividade dos elfos é calculada em Yuans... E, repare que o velhote ainda usa o subterfúgio de usar diversos codinomes: São Nicolau (o que trai sua origem moscovita0, São Cláudio, Kris Klinger e Pai Natal (só para mencionar alguns)... E as eventuais diferenças entre as caracterizações são fruto da idéia reinante entre os orientais: "caucasóides têm todos a mesma cara"...

Kynismós! disse...

Veja? hahahahahaha

OK disse...

Pois eh, mas existe a lenda urbana de que a mudanca de roupa verde de duende para vermelho e branco foifeita pela propaganda da Coca-Cola... Kynismos, Veja apenas reportou resultados do IBGE referente aos ateus...

João Carlos disse...

Concedo que a atual imagem do "Santa" foi veiculada mundialmente pela "água negra imperialista".

E o que se pode afirmar das ideologias (secretamente professadas) dos artistas da Agência de Propaganda que criaram a imagem?...

(Chega, Osame... Eu não aguento mais ficar brincando de direitista neurótico!... :)

OK disse...

Joao, acho que o assunto de Papai Noel é mais importante do que parece. Temos a construcao de toda uma Mitologia ao longo das eras, e especialmente nos ultimos 100 anos. Estamos vendo um Mito Vivo surgir, crescer, eventualmente substituir o Mito do Menino Jesus e os tres reis Magos na época de Natal (em paises vizinhos as criancas rcebem presentes no dia de Reis, 6 de janeiro). Na Wikipedia Portuguesa nao existe entrada para Papai Noel, ou pelo menos, para a historia de como Papai Noel entra culturalmente no Brasil. Isso se dá a partir da Segunda Guerra Mundial, via contato com militares americanos (base de Natal etc?). Ou é anterior? A partir de que momento os presepios comecam a dar lugar a arvores de Natal dentro das casas? Acho que eh uma importante mudanca cultural ainda nao mapeada... daria uma bela tese de mestrado em sociologia...